Controladora do Casino despenca 61% na bolsa de Paris

As ações da Rallye, holding que controla o Casino, desabaram 61,25% nesta sexta-feira (24) em meio às notícias de que a companhia conseguiu na justiça francesa proteção temporária contra credores; já o Casino - que no Brasil controla o Pão de Açúcar(PCAR4) - viu suas ações dispararem 7,48% após David Lubek, diretor financeiro do grupo, afirmar em teleconferência que a decisão da Rallye não tem impacto nas operações ou na estratégia da companhia

Controladora do Casino despenca 61% na bolsa de Paris
Controladora do Casino despenca 61% na bolsa de Paris (Foto: REUTERS/Stephane Mahe)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Do Infomoney - As ações da Rallye, holding que controla o Casino, desabaram 61,25% nesta sexta-feira (24) em meio às notícias de que a companhia conseguiu na justiça francesa proteção temporária contra credores.

Já o Casino - que no Brasil controla o Pão de Açúcar(PCAR4) - viu suas ações dispararem 7,48% após David Lubek, diretor financeiro do grupo, afirmar em teleconferência que a decisão da Rallye não tem impacto nas operações ou na estratégia da companhia. No Brasil, os papéis do Pão de Açúcar caíram 1,27%, a R$ 83,00.

A Rallye, que é controlada pela Fonciere Euris, Finatis e Euris, que está nas mãos de Jean-Charles Naouri, presidente-executivo do Casino, tem uma dívida líquida de 2,9 bilhões de euros, sendo que 2,7 bilhões do montante é com o Casino.

Com o mecanismo de proteção obtido, o pagamento de juros bancários e dos títulos de dívida é suspenso enquanto o grupo trabalha em um plano para reorganizar suas finanças e tentar alongá-la para até 10 anos.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247