Corbyn diz que renunciará após pior resultado de trabalhistas em eleições desde 1935


LONDRES (Reuters) - O líder trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, disse nesta sexta-feira que vai renunciar ao cargo diante do pior resultado eleitoral do partido em 84 anos, mas não estabeleceu uma data para a saída e acrescentou que permanecerá no comando durante um período de reflexão.

Com os resultados apurados de todos menos um dos 650 assentos parlamentares em disputa na votação, o Partido Conservador, do primeiro-ministro Boris Johnson, conquistou 364 assentos — seu melhor resultado desde o triunfo de Margaret Thatcher em 1987.

Principal legenda de oposição, o Partido Trabalhista, que é liderado pelo socialista Corbyn desde 2015, ficou com apenas 203 cadeiras, o pior resultado da legenda desde 1935.

Críticos disseram que a perda de apoio aos trabalhistas em tradicionais bastiões do partido foi resultado de um equívoco de Corbyn sobre o Brexit, e disseram que muitos eleitores citaram antipatia pessoal pelo líder em diversos pontos do país.


O político, de 70 anos, descreveu os resultados das eleições como “muito decepcionantes”.

“Vou discutir com nosso partido e garantir que agora haja um processo de reflexão sobre esse resultado e as políticas que o partido adotará no futuro”.

Também lê:

Em raro sermão, Khamenei diz que Irã pode levar luta para além de suas fronteiras

A Guarda Revolucionária pode levar sua luta para além das fronteiras do Irã, disse o líder supremo nesta sexta-feira (17), reagindo...

Lavrov: ao menos 6 caças F-35 estavam perto da fronteira iraniana após Irã ter atacado bases dos EUA

O ministro interino das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, afirmou nesta sexta-feira (17) que antes da derrubada do avião...

Em discurso na Unesco, Alvim já flertou com referências totalitárias

O jornalista Jamil Chade denuncia que Roberto Alvim, ex-secretário de Bolsonaro, já discursou na Unesco usando referências totalitárias....

Embaixada da Alemanha sobre Alvim: nos opomos a qualquer tentativa de glorificar o nazismo

Diante do vídeo feito pelo ex-secretário da Cultura de Jair Bolsonaro Roberto Alvim, no qual ele cita o ideólogo nazista Joseph Goebbels,...

Brasil e Cuba em 2020: amigos ou inimigos?

Para o cônsul-geral de Cuba em São Paulo, Embaixador Pedro Monzón, situações passageiras não quebram laços estreitos como os existentes...