Coreia do Norte ameaça EUA com “série de ataques nucleares”

Mais uma ameaça de do regime norte-coreano aos EUA; a agência central norte-coreana (KCNA, em inglês) avisou Washington de que a Coreia do Norte desencadeará uma "série de ataques nucleares" contra o país se eles continuarem com comportamentos "maliciosos",; Kim Jong-un acusou os EUA de provocarem a Coreia do Norte com os voos de seus bombardeiros perto das fronteiras do país para demonstrar força

Montagem com fotos do líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, e do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump REUTERS/KCNA Divulgação via REUTERS & REUTERS/Lucas Jackson
Montagem com fotos do líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, e do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump REUTERS/KCNA Divulgação via REUTERS & REUTERS/Lucas Jackson (Foto: Giuliana Miranda)

Da Sputnik Brasil

A agência central norte-coreana (KCNA, em inglês) avisou Washington de que a Coreia do Norte desencadeará uma "série de ataques nucleares" contra os EUA se eles continuarem com comportamentos "maliciosos", como os voos de bombardeiros perto da fronteira, expressou o Express.

O líder norte-coreano Kim Jong-un acusou os EUA de provocarem a Coreia do Norte com os voos de seus bombardeiros perto das fronteiras do país para demonstrar força, informou o Express, citando a KCNA norte-coreana.

"Os maníacos de guerra imperialistas norte-americanos devem se lembrar de que eles vão enfrentar uma série de ataques nucleares se continuarem a se comportar maliciosamente enviando bombardeiros estratégicos diante das forças armadas revolucionárias da Coreia do Norte, totalmente prontas para abrir fogo de retaliação", indica a publicação da KCNA.

A Coreia do Norte prometeu “obter a vitória final” sobre os "belicosos" EUA na última provocação.

"Por mais que o inimigo lute desesperadamente, o exército e o povo norte-coreano vão com certeza obter a vitória final no espírito de autossuficiência e autodesenvolvimento, apoiados por seu líder. A história vai mostrar como o exército e o povo norte-coreano vão punir os imperialistas norte-americanos em um confronto", sublinhou a publicação da KCNA.

As novas ameaças surgem em um momento em que o presidente norte-americano Donald Trump parece ter abandonado a possibilidade de uma solução diplomática, tendo tweetado nesta semana que Tillerson está “perdendo o seu tempo” tentando negociar com Kim Jong-un.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247