Coreia do Norte diz que por ora negociações com os EUA estão encerradas

Os Estados Unidos perderam uma oportunidade de ouro na recente Cúpula de Hanói, e por ora não há caminhos para outras negociações, afirmou nesta sexta-feira (15) a vice-chanceler da Coreia do Norte, Choe Son Hui

Coreia do Norte diz que por ora negociações com os EUA estão encerradas
Coreia do Norte diz que por ora negociações com os EUA estão encerradas

247, com Prensa Latina - Os Estados Unidos perderam uma oportunidade de ouro na recente Cúpula de Hanói, e por ora não há caminhos para outras negociações, afirmou nesta sexta-feira (15) a vice-chanceler da Coreia do Norte, Choe Son Hui.

Os pronunciamentos foram feitos perante todo o corpo diplomático acreditado em Pyongyang e a imprensa estrangeira residente na capital norte-coreana.

Ao informar sobre a reunião entre o líder norte-coreano Kim Jong Un e o presidente dos EUA Donald Trump, Choe Son Hui, afirmou que é difícil chegara a um acordo em torno de um texto de paz entre dois países envolvidos tecnicamente em guerra desde há pouco mais de 70 anos.

Anunciou que Kim Jong Un fará nos próximos dias uma intervenção sobre a Cúpula de Hanói com o presidente Donald Trump.

Revelou que Kim disse a Trump que depois de 260 dias desde o acordo de Singapura, era necessária a máxima paciência e esforço para chegar ao Vietnã mas os Estados Unidos apareceram em Hanói sem nada concreto, vieram com o único fim de obter resultados políticos para seu país.

Opinou que os encontros de finais de fevereiro passado na capital vietnamita deixaram à mostra as verdadeiras intenções de Washington no encontro de Hanói, que foram, disse, de marcado interesse político.

A diplomata norte-coreana criticou o papel negativo durante o encontro exercido pelo secretário de Estado, Mike Pompeo, e o assessor de Segurança Nacional norte-americano, John Bolton.

Ela esclareceu que sobre o levantamento das sanções , o que Kim propôs foi o levantamento parcial, ou seja, daquelas sanções que afetam o povo e a economia. Dessa maneira desmentiu o presidente Trump, que afirmou em Hanói perante os jornalistas que a delegação coreana tinha solicitado o levantamento total das sanções.

Respondendo a uma pergunta de um embaixador ocidental, a diplomata norte-coreana manifestou que não tem informações se seu país retomará ou não os testes nucleares ou se está preparando-se ou não para isso.

Choe Son Hui, encarregada das relações com os EUA na Chancelaria da Coreia do Norte, recordou que em 12 de junho do ano passado, em Singapura, seu país apresentou caminhos concretos para resolver os problemas que obstaculizam as relações bilaterais com Washington e o tema, evidentemente não foi resolvido nem entendido pela contraparte estadunidense.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247