Coreia do Norte quer caças Mirage do Brasil

Site francês JOL Press diz que ditador Kim Jong-un ofereceu ao governo Dilma Rousseff U$ 7 milhões por até 12 aviões obsoletos da Força Aérea Brasileira, para reforçar poder bélico; se confirmada, notícia pode causar mal-estar diplomático com os EUA; Pyongyang tem feito constantes ameaças de ataque à vizinha Seul e realizou o terceiro teste nuclear no início do ano como forma de intimidação

Site francês JOL Press diz que ditador Kim Jong-un ofereceu ao governo Dilma Rousseff U$ 7 milhões por até 12 aviões obsoletos da Força Aérea Brasileira, para reforçar poder bélico; se confirmada, notícia pode causar mal-estar diplomático com os EUA; Pyongyang tem feito constantes ameaças de ataque à vizinha Seul e realizou o terceiro teste nuclear no início do ano como forma de intimidação
Site francês JOL Press diz que ditador Kim Jong-un ofereceu ao governo Dilma Rousseff U$ 7 milhões por até 12 aviões obsoletos da Força Aérea Brasileira, para reforçar poder bélico; se confirmada, notícia pode causar mal-estar diplomático com os EUA; Pyongyang tem feito constantes ameaças de ataque à vizinha Seul e realizou o terceiro teste nuclear no início do ano como forma de intimidação (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Roberta Namour, correspondente do 247, em Paris - A presidente Dilma Rousseff surpreendeu americanos e franceses ao anunciar o contrato com a sueca Saab para renovar a frota da Força Aérea Brasileira. O negócio da ordem de US$ 4,5 bilhões prevê a compra de 36 aviões Gripen NG.

Com a decisão, o país ganha também a criação de uma verdadeira indústria de defesa, já que a Saab pretende construir uma fábrica na região do Grande ABC. De lá, a empresa sueca já estuda exportar o Gripen para países mais distantes da Europa.

Ao mesmo tempo, a troca de caças da FAB pode fazer o Brasil encher os cofres. De acordo com o site francês JOL Press, a Coreia do Norte estaria em negociação com o governo brasileiro para adquirir os obsoletos Mirage 2000.

Representantes do governo de Kim Jong-un teriam visitado Brasília para discutir os termos da aquisição. A publicação dá ainda o valor do cheque proposto por Pyongyang: US$ 7 milhões por oito aeronaves. O contrato pode aumentar para 12 caças, parados na base de Anápolis, em Goiás.

O JOL Pres diz ainda que seis desses aviões teriam chegado ao porto de Nampo no dia 2 de dezembro. Pilotos brasileiros estariam agora passando o know-how aos homólogos coreanos.

Se confirmada, a notícia pode causar um mal-estar diplomático. O polêmico ditador Kim Jong-um tem feito repetidas ameaças a Seul para “atacar sem piedade nem aviso prévio” o vizinho do sul.

No início do ano, a tensão na fronteira aumentou consideravelmente depois que Pyongyang realizou o terceiro teste nuclear da história do país, em fevereiro. Kim Jong-un disse que também iria destruir a Casa Branca e chegou a posicionar mísseis na direção do Japão e fechou o complexo industrial de Kaesong.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email