Corte venezuelana descarta envio de médicos para avaliar Chávez

A presidente do Tribunal Supremo de Justiça da Venezuela, Luisa Estella Morales, descartou o envio de uma equipe médica a Havana, Cuba, para avaliar as condições de saúde do presidente venezuelano, Hugo Chávez. Ele está na capital cubana desde o dia 11 de dezembro

Corte venezuelana descarta envio de médicos para avaliar Chávez
Corte venezuelana descarta envio de médicos para avaliar Chávez (Foto: Carlos Garcia Rawlins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Thais Leitão
Repórter da Agência Brasil

Brasília - A presidenta do Tribunal Supremo de Justiça (instância máxima) da Venezuela, Luisa Estella Morales, descartou hoje o envio de uma equipe médica a Havana, Cuba, para avaliar as condições de saúde do presidente venezuelano, Hugo Chávez. Ele está na capital cubana desde o dia 11 de dezembro, quando foi submetido a uma cirurgia para a retirada de um tumor maligno na região pélvica.

A presidenta do órgão disse que a medida não é necessária porque as autoridades do país recebem constantemente informações sobre o "processo de recuperação" de Chávez, durante entrevista à televisão local na noite de ontem (21), segundo informou a agência pública de notícias da Venezuela, AVN.

O presidente venezuelano não é visto em público desde o começo de dezembro. Sua ausência física na política do país gerou uma onda de incertezas e especulações, além de polêmicas. A oposição cobra um pronunciamento e imagens recentes dele.

A oposição venezuelana também levanta dúvidas sobre a legalidade de manter o presidente no poder e pediu à Organização dos Estados Americanos (OEA) que convoque o Conselho Permanente para avaliar a situação institucional no país. O quarto mandato consecutivo do presidente foi iniciado no dia 10 de janeiro, mas Chávez ficou impossibilitado de participar da cerimônia de posse.

Com informações da agência pública de notícias da Venezuela, AVN

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247