Cresce apoio à proposta do Prêmio Nobel da Paz para médicos cubanos

Vinte organizações europeias apoiam a proposta de entrega do Prêmio Nobel da Paz às brigadas médicas cubanas do Contingente Henry Reeves por sua contribuição ao enfrentamento global à Covid-19

Médicos cubanos
Médicos cubanos (Foto: REUTERS/Daniele Mascolo)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A candidatura das missões médicas de Cuba ao Prêmio Nobel da Paz deu mais alguns passos com o apoio de 20 organizações europeias. O prêmio seria entregue ao "Contingente Internacional de Médicos Especializados em Situações de Desastres e Graves Epidemias Henry Reeve", por sua contribuição ao enfrentamento global à Covid-19. 

Lançada em 28 de abril pelas associações Cuba Linda e France Cuba, a iniciativa até agora recebeu o apoio de grupos de solidariedade, forças políticas e sindicatos da França, Espanha, Irlanda e Itália, e de cerca de mil usuários da Internet no país. 

Alguns dos defensores do reconhecimento de médicos cubanos estão defendendo a expansão da campanha para um comitê internacional.

Nos últimos dias, a União Departamental da Confederação Geral Francesa do Trabalho de Bocas del Rhone, o Comitê de Toulouse França Cuba, o Euskadi espanhol de Cuba, Cubainformación.tv, Comunistas da Catalunha e a Associação Nacional Italiana de Amizade Itália-Cuba.

A iniciativa recebe em solo francês, além disso, o apoio da Cooperação de Cuba França, Cuba Sim França, Ardenas-Cuba, Solidariedade de Montpellier Cuba, Círculo Bolivariano de Paris, Os Filhos de Cuba Marselha, Raízes cubanas da França, Arach-Cuba-Solidariedade, o Grupo de Amizade França-Cuba na Assembleia Nacional e o Partido Comunista Revolucionário Francês.

Os Amigos de Cuba em Charente Marítima, o Movimento contra o Racismo e a Amizade entre os Povos, o Comitê de Solidariedade de Paris com Lula, o Grupo Comunista e a Célula do Partido dos Trabalhadores Brasileiros em Paris também se juntam.

De outras partes do mundo, a proposta foi assinada pelo Comitê Internacional de Paz, Justiça e Dignidade para os Povos, alba-tcp, o Grupo de Apoio a Cuba (Irlanda) e a Associação Valenciana de Amizade com Cuba José Martí (Espanha).Henry Reeve  por sua contribuição ao confronto global com a Covid-19, informa o Comitê de Solidariedade a Cuba sediado no Ro de Janeiro.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247