Cuba e Venezuela manifestam solidariedade a Lula depois de veto do TSE

Por meio de nota do Ministério das Relações Exteriores, o governo de Cuba manifestou-se em favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, reiterando a solidariedade com o líder brasileiro; o mesmo fez o governo venezuelano, com o presidente Nicolás Maduro expressando-se pelo Twitter

Cuba e Venezuela manifestam solidariedade a Lula depois de veto do TSE
Cuba e Venezuela manifestam solidariedade a Lula depois de veto do TSE (Foto: Rafael Ribeiro)

247, com Resistência - Por meio de nota do Ministério das Relações Exteriores, o governo de Cuba manifestou-se em favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, reiterando a solidariedade com o líder brasileiro; o mesmo fez o governo venezuelano, com o presidente Nicolás Maduro expressando-se pelo Twitter.

"O Ministério das Relações Exteriores da República de Cuba denuncia a impugnação de Luiz Inácio Lula Da Silva que o impede de apresentar-se como candidato do Partido dos Trabalhadores à presidência do Brasil, com o que se impede que o povo brasileiro vote no mais popular aspirante a esse alto cargo", diz nota da Chancelaria cubana divulgada neste sábado (1º/9).

O Ministério das Relações Exteriores de Cuba afirma ainda que Lula foi preso "com fins políticos", "como parte das manobras para evitar que as forças políticas que empreenderam um processo de transformações sociais no Brasil voltem ao governo".

A nota da Chancelaria cubana finaliza reiterando "a solidariedade de Cuba com o companheiro Lula, o Partido dos Trabalhadores e o povo brasileiro".

Por seu turno, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, manifestou também no sábado seu apoio ao ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, depois que sua candidatura presidencial às eleições de 7 de outubro foi vetada.

"Levanto a voz junto ao povo brasileiro diante do atropelo contra o irmão Lula. A oligarquia do continente pretende calar a voz de uma nação e de todos os que decidimos ser livres Força, Brasil! Somos milhões de Lulas!", expressou o chefe de Estado venezuelano em sua conta no Twitter.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247