Cúpula do Mercosul é adiada para 31 de janeiro

Reunião estava marcada para o dia 17 deste mês; encontro de líderes sul-americanos no final do mês na capital venezuelana, Caracas, marcará o retorno oficial do Paraguai ao Mercosul

(Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Carolina Sarres
Repórter da Agência Brasil *

Brasília – A Cúpula do Mercosul foi adiada para o dia 31 de janeiro. A reunião estava marcada para o dia 17 deste mês, mas foi remarcada para coincidir com o fim da reunião da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), na capital de Cuba, Havana, que será entre os dias 28 e 29 próximos. A Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul e Estados Associados já havia sido adiada em dezembro, devido aos problemas de saúde da presidenta argentina, Cristina Kirchner, que passou por uma cirurgia após um traumatismo craniano e ficou afastada por um período.

O encontro de líderes sul-americanos no final do mês na capital venezuelana, Caracas, marcará o retorno oficial do Paraguai ao Mercosul, depois do período de suspensão desde junho de 2012, após o impeachment do ex-presidente Fernando Lugo. Hoje (6), o presidente paraguaio, Horacio Cartes, confirmou a mudança de datas da cúpula e disse que o governo não fez "nada em troca de nada", em relação à aprovação da entrada da Venezuela no bloco, depois de anos em trâmite no Congresso do Paraguai, de maioria opositora.

"Para mim, o mais importante não é a presidência. Perante tantas especulações, creio que é um bom momento para que o presidente do Paraguai possa falar. Há quem tenha insinuado que foi em troca de algo [a aprovação da entrada da Venezuela]", informou Cartes. No retorno ao Mercosul, o país deverá assumir a presidência pró-tempore do bloco, atualmente ocupada pela Venezuela.

* Com informações da agência pública de notícias do Paraguai, IPParaguay

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247