Depois de assassinar general iraniano e decretar sanções, EUA dizem que não impõem condições para negociar com Irã

Em carta à ONU, a embaixadora dos Estados Unidos perante o organismo internacional tenta justificar o assassinato do general Qassem Soleimani e diz que seu país está pronto para negociações

Kelly Craft, embaixadora dos EUA na ONU
Kelly Craft, embaixadora dos EUA na ONU (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A embaixadora dos EUA na ONU, Kelly Craft, anunciou em uma carta ao Conselho de Segurança que Washington está "pronto para se envolver sem condições prévias em negociações sérias com o Irã, com o objetivo de evitar mais perigos à paz e segurança internacionais ou uma escalada do regime iraniano".  

Craft também escreveu na carta que o assassinato do comandante iraniano Qassem Soleimani foi em "legítima defesa" e que os Estados Unidos se comprometem a tomar medidas adicionais no Oriente Médio "se necessário" para proteger seu pessoal e interesses, informa Russia Today.  

A representante dos EUA na ONU observou que o assassinato de Soleimani, assim como os anteriores ataques aéreos dos EUA no Iraque e na Síria em 29 de dezembro contra um grupo de milícias apoiadas por Teerã foram "em resposta a uma série crescente de ataques armados nos últimos meses pela República Islâmica do Irã e milícias apoiadas por Teerã contra as forças dos EUA e seus interesses no Oriente Médio ".

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247