Deputados direitistas europeus vão forçar entrada na Venezuela via Colômbia

Os membros do Parlamento Europeu do direitista Partido Popular Europeu, que tiveram a entrada na Venezuela impedida pelo governo de Nicolás Maduro no domingo (17), tentarão ter acesso ao país via Colômbia no próximo sábado levando a chama ajuda humanitária que tentam entregar ao deputado Juan Guaidó

Deputados direitistas europeus vão forçar entrada na Venezuela via Colômbia
Deputados direitistas europeus vão forçar entrada na Venezuela via Colômbia

247, com AFP e AVN - Os membros do Parlamento Europeu do direitista Partido Popular Europeu, que tiveram a entrada na Venezuela impedida pelo governo de Nicolás Maduro no domingo (17), tentarão ter acesso ao país via Colômbia no próximo sábado levando a chama ajuda humanitária que tentam entregar ao deputado Juan Guaidó.

"O ministro das Relações Exteriores da Colômbia me ligou e me disse: 'Venha para a Colômbia no próximo sábado.' Nós aceitamos o convite e o que não pudemos fazer em Caracas, tentaremos fazer no próximo sábado em Cúcuta", anunciou o deputado espanhol Esteban González Pons aos jornalistas em Madri.

González Pons chefiou a delegação de cinco eurodeputados, três espanhóis, um holandês e um português, do Partido Popular Europeu (PPE), cuja entrada na Venezuela não foi permitida pelo governo.

A delegação havia sido convidada por Juan Guaidó. González Pons pediu que a União Europeia retire as credenciais dos embaixadores de Maduro em países europeus e aplique sanções a seu chanceler Jorge Arreaza.

Por seu turno, o chanceler venezuelano disse que a Venezuela não permitirá que a extrema-direita europeia perturbe a paz e a estabilidade do país com mais uma de suas grosseiras ações de ingerência".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247