Diplomacia deve 'impor razão' à Coreia do Norte, diz secretário de Defesa dos EUA

secretário de Defesa dos Estados Unidos, Jim Mattis, disse nesta sexta-feira (26) que o diálogo em torno dos Jogos Olímpicos de Inverno na Coreia do Sul não deve tirar o foco do objetivo internacional que é desnuclearizar a península coreana; "A diplomacia deve impor razão à retórica imprudente e as provocações periogosas de Kim [Jong-un]", disse Mattis; "A campanha de pressão internacional deve continuar"

secretário de Defesa dos Estados Unidos, Jim Mattis, disse nesta sexta-feira (26) que o diálogo em torno dos Jogos Olímpicos de Inverno na Coreia do Sul não deve tirar o foco do objetivo internacional que é desnuclearizar a península coreana; "A diplomacia deve impor razão à retórica imprudente e as provocações periogosas de Kim [Jong-un]", disse Mattis; "A campanha de pressão internacional deve continuar"
secretário de Defesa dos Estados Unidos, Jim Mattis, disse nesta sexta-feira (26) que o diálogo em torno dos Jogos Olímpicos de Inverno na Coreia do Sul não deve tirar o foco do objetivo internacional que é desnuclearizar a península coreana; "A diplomacia deve impor razão à retórica imprudente e as provocações periogosas de Kim [Jong-un]", disse Mattis; "A campanha de pressão internacional deve continuar" (Foto: Aquiles Lins)

Sputnik Brasil - O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Jim Mattis, disse nesta sexta-feira (26) que o diálogo em torno dos Jogos Olímpicos de Inverno na Coreia do Sul não deve tirar o foco do objetivo internacional que é desnuclearizar a península coreana.

Mattis falou durante uma sessão de fotos com o ministro sul-coreano da defesa, Song Young-moo, na sede do Comando Pacífico dos EUA, no Havaí.

O secretário de Defesa dos EUA elogiou o diálogo entre Pyongyang e Seul, mas afirmou que a pressão diplomática continuará e que a Coreia do Norte precisa entender que seu programa nuclear e balístico não será aceito pela comunidade internacional.

"A diplomacia deve impor razão à retórica imprudente e as provocações periogosas de Kim [Jong-un]", disse Mattis. "A campanha de pressão internacional deve continuar".

O ministro da Defesa da Coreia do Sul disse que o objetivo das conversas com Pyongyang é "em ultima instância, atrair o Norte para o diálogo com os Estados Unidos"

Em discurso no no Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça, o ministro das Relações Exteriores sul-coreano, Kang Kyung-wha, classificou a ideia de usar força militar contra Kim Jong-un como "inaceitável".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247