Diplomatas dos EUA deixam a Venezuela após ultimato de Maduro

Todos os diplomatas norte-americanos deixaram a Venezuela após ultimato de Caracas, segundo o secretário de Estado, Mike Pompeo; de acordo com o secretário de Estado norte-americano, os diplomatas continuarão prestando serviços referentes à Venezuela de outras localidades; medida foi tomada no contexto do pedido de Caracas, anunciado em 12 de março, para que todo o restante dos funcionários da administração dos EUA deixasse o país em 72 horas

Diplomatas dos EUA deixam a Venezuela após ultimato de Maduro
Diplomatas dos EUA deixam a Venezuela após ultimato de Maduro

Sputnik - Todos os diplomatas norte-americanos deixaram a Venezuela após ultimato de Caracas. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (14) pelo secretário de Estado, Mike Pompeo.

De acordo com o secretário de Estado norte-americano, os diplomatas continuarão prestando serviços referentes à Venezuela de outras localidades.

"Diplomatas americanos continuarão com essa missão em outros locais onde continuarão ajudando a administrar o fluxo de assistência humanitária ao povo venezuelano e a apoiar os atores democráticos resistindo bravamente à tirania", disse Pompeo em um comunicado.

A medida foi tomada no contexto do pedido de Caracas, anunciado em 12 de março, para que todo o restante dos funcionários da administração dos EUA deixasse o país em 72 horas.

Ao comentar o pedido feito pela Venezuela, Pompeo disse que os Estados Unidos decidiram retirar todos os diplomatas remanescentes no país devido a preocupações de segurança. Ele explicou decisão alegando deterioração das condições de na região nos últimos dias e semanas.

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247