Dono da Louis Vuitton ataca Greta Thunberg

O homem mais rico da Europa e dono do conglomerado de luxo Louis Vuitton Moet Hennesey disse que as ideias da ativista ambiental que discursou na ONU e lidera um grande movimento mundial em defesa do meio ambiente são desmoralizantes

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

274 - Durante evendo sobre sustentabilidade em Paris, o homem mais rico da Europa, dono do conglomerado de luxo Louis Vuitton Moet Hennesey, Bernard Arnault, atacou Greta Thunberg, ativista líder de um grande movimento estudantil em defesa do meio ambiente.

Arnault afirmou que as ideias de Greta são desmoralizantes. "Ela é uma jovem dinâmica, mas está se rendendo completamente ao catastrofismo… Acho que suas opiniões são desmoralizadoras para os jovens".

Greta discursou na ONU há poucos dias e passou a ser alvo de inúmeros ataques, inclusive do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho de Jair Bolsonaro.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email