Economia da Grécia surpreende e volta a crescer

Em um impulso ao governo do premiê Alexis Tsipras, números revisados também mostraram que a Grécia não mostrou nem crescimento, nem contração no primeiro trimestre, em lugar da retração de 0,2 por cento previamente divulgada; isso significa que o país não entrou em recessão no início do ano, como se acreditava anteriormente

Bandeira nacional grega vista em Atenas. 02/07/2015 REUTERS/Jean-Paul Pelissier
Bandeira nacional grega vista em Atenas. 02/07/2015 REUTERS/Jean-Paul Pelissier (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

ATENAS (Reuters) - A economia da Grécia voltou a crescer inesperadamente no segundo trimestre, apesar das turbulências políticas e da ameaça de uma saída da zona do euro, mostraram dados nesta quinta-feira.

Em um impulso ao governo do premiê Alexis Tsipras, números revisados também mostraram que a Grécia não mostrou nem crescimento, nem contração no primeiro trimestre, em lugar da retração de 0,2 por cento previamente divulgada.

Isso significa que o país não entrou em recessão no início do ano, como se acreditava anteriormente --recuo que, acreditava-se, teria sido exacerbado pela linha-dura de Tsipras contra a austeridade imposta por credores internacionais.

O Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 0,8 por cento entre abril e junho, baseado em estimativas preliminares ajustadas sazonalmente compiladas pela agência de estatísticas Elstat. O resultado veio bem acima da previsão de analistas em pesquisa da Reuters, que projetavam contração de 0,8 por cento.

Não foram fornecidos dados sobre o que gerou o crescimento, já que estes são números preliminares. Mas analistas disseram que alguns setores, como turismo, demonstraram capacidade de resistir à incerteza provocada por meses de impasse nas negociações com credores externos.

(Reportagem de George Georgiopoulos)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email