Editorial do El País internacional destaca o escândalo Morogate

O editorial do site do jornal El País internacional destacou o escândalo Morogate, após o site The Intercept divulgar mensagens arbitrárias envolvendo Sergio Moro e Deltan Dallagnol, que fizeram uso político da operação Lava Jato para interesses pessoais; "Por causa desse processo, Lula foi desclassificado de participar do pleito eleitoral de 2018, quando ele era o favorito nas pesquisas" aponta o editorial, que também cobra que o ex-presidente "seja julgado de maneira justa"

Editorial do El País internacional destaca o escândalo Morogate
Editorial do El País internacional destaca o escândalo Morogate (Foto: Dir.: ABR)

247 - O editorial do site do jornal El País internacional destacou o escândalo Morogate, após o site The Intercept divulgar mensagens arbitrárias envolvendo Sergio Moro e Deltan Dallagnol, que fizeram uso político da operação Lava Jato para interesses pessoais. "As revelações jornalísticas publicadas no Brasil, que questionam a limpeza do processo judicial que aprisionou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva - preso na prisão de Curitiba desde abril de 2018 - lançam uma sombra perturbadora na direção tomada pelo governo", diz um trecho do editorial. 

"Não é um detalhe processual que afeta apenas este caso. Por causa desse processo, [Lula foi desclassificado de participar do pleito eleitoral de 2018] quando ele era o favorito nas pesquisas. Esta proibição também sofreu vários atrasos devido a questões processuais. As eleições presidenciais foram finalmente vencidas pelo ultra-direitista Jair Bolsonaro. E ele escolheu o juiz Moro como ministro da Justiça". 

O editorial ainda prega que "o Brasil precisa de estabilidade que lhe permita recuperar o caminho do crescimento e da redistribuição da riqueza, mas também, como toda democracia, salvaguardar as condições que permitem que qualquer cidadão, inclusive Lula, seja julgado de maneira justa". 

 

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247