Eleições na França: extrema direita perde no segundo turno

Segundo estimativas dos institutos de pesquisa, a líder da Frente Nacional, Marine Le Pen, foi a grande derrotada no Norte do país pelo adversário da oposição de direita, a favor do qual a esquerda, no poder, desistiu de se apresentar no segundo turno da última eleição na França antes da disputa presidencial de 2017

Segundo estimativas dos institutos de pesquisa, a líder da Frente Nacional, Marine Le Pen, foi a grande derrotada no Norte do país pelo adversário da oposição de direita, a favor do qual a esquerda, no poder, desistiu de se apresentar no segundo turno da última eleição na França antes da disputa presidencial de 2017
Segundo estimativas dos institutos de pesquisa, a líder da Frente Nacional, Marine Le Pen, foi a grande derrotada no Norte do país pelo adversário da oposição de direita, a favor do qual a esquerda, no poder, desistiu de se apresentar no segundo turno da última eleição na França antes da disputa presidencial de 2017 (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da Agência Lusa

A extrema direita francesa não conseguiu vencer neste domingo (13), no segundo turno das eleições regionais, em nenhuma região, apesar do grande sucesso no primeiro turno, há uma semana.

Segundo estimativas dos institutos de pesquisa, a líder da Frente Nacional, Marine Le Pen, foi a grande derrotada no Norte do país pelo adversário da oposição de direita, a favor do qual a esquerda, no poder, desistiu de se apresentar no segundo turno da última eleição na França antes da disputa presidencial de 2017.

Marine perdeu no Norte; sua sobrinha, Marion Maréchal-Le Pen, no Sul; e Florian Philippo, na região do Leste.

A direita conquistou pelo menos cinco regiões, enquanto a esquerda saiu vitoriosa em três.

As 13 regiões francesas foram redesenhadas no ano passado para elevar a sua dimensão ao nível dos Estados federados alemães.

A Frente Nacional administra vários municípios franceses, mas nunca liderou uma região. Fundado em 1972, o partido é presidido desde 2011 por Marine Le Pen.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email