Em Cuba, culto ecumênico pede Lula Livre

A Igreja Batista Ebenezer aproveitou a viagem de um grupo liderado pela presidente nacional do PT, senadora Glesi Hoffmann, e da presidente deposta Dilma Roussef, por Cuba para fazer uma celebração ecumênica em defesa do povo brasileiro e por Lula Livre; culto ecumênico foi realizado no Centro Martin Luhter King, em Havana; grupo viajou à Cuba para participar do Foro de São Paulo onde denunciou a prisão política do ex-presidente Lula e as manobras para impedir que ele dispute o pleito de outubro

Em Cuba, culto ecumênico pede Lula Livre
Em Cuba, culto ecumênico pede Lula Livre (Foto: Ricardo Stuckert)

247 - A Igreja Batista Ebenezer aproveitou a viagem de um grupo liderado pela presidente nacional do PT, senadora Glesi Hoffmann, e da presidente deposta Dilma Roussef, por Cuba para fazer uma celebração ecumênica em defesa do povo brasileiro e por Lula Livre. O culto ecumênico foi realizado no Centro Martin Luhter King, em Havana.

O grupo viajou à Cuba para participar do Foro de São Paulo, que congrega partidos políticos e organizações ligadas às esquerdas em toda a América Latina. No encontro, Gleisi e Dilma denunciaram a prisão política do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que lidera todas as pesquisas de intenção de voto à Presidência da República, e as manobras para impedir que ele dispute o pleito de outubro.

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247