Em mensagem de Ano Novo, Xi Jinping promete uma China próspera

O presidente chinês, Xi Jinping, fez um discurso de Ano Novo em Pequim nesta terça-feira para celebrar a chegada de 2020, prometendo alcançar a primeira meta centenária de construir uma sociedade moderadamente próspera em todos os aspectos neste ano "historicamente marcante"

Xi Jinping dirige aos chineses mensagem de Ano Novo
Xi Jinping dirige aos chineses mensagem de Ano Novo (Foto: Xinhua)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 -  O presidengte chinês Xi Jinpiong prometeu em sua mensagem de Ano Novo dirigida ao povo nesta terça-feira (31) tirar da miséria todos os moradores rurais que vivem abaixo da atual linha da pobreza e eliminar a pobreza em todos os distritos subdesenvolvidos.

"O ano de 2020 é crucial para ganhar a batalha antipobreza", disse Xi. "A trombeta soou. Nós devemos trabalhar em conjunto e trabalhar duramente... para assegurar a vitória na batalha contra a pobreza."

Xi também estendeu os melhores votos para Hong Kong e os compatriotas da região administrativa especial, informou a Xinhua

"A situação em Hong Kong tem sido uma preocupação de todos nos últimos meses", lembrou o presidente.

"Sem um ambiente harmonioso e estável, como pode haver um lar onde as pessoas possam viver e trabalhar felizmente?" - questionou. "Nós sinceramente esperamos o melhor para Hong Kong e os compatriotas de Hong Kong", afirmou Xi.

Uma Hong Kong próspera e estável constitui a aspiração tanto dos compatriotas de Hong Kong, quanto do povo da pátria, disse ele.

Notando que há tempos tanto pacíficos como agitados na história, Xi destacou: "nós não temos medo de ventos e chuvas, ou qualquer tipo de dificuldades."

O presidente garantiu que a China inabalavelmente seguirá o caminho de desenvolvimento pacífico, salvaguardará a paz mundial e promoverá o desenvolvimento comum.

"Nós estamos prontos para darmos as mãos com as pessoas de todo o mundo para construirmos ativamente o Cinturão e Rota e promovermos a construção de uma comunidade com um futuro compartilhado para a humanidade, e para trabalharmos incansavelmente para criar um melhor futuro para a humanidade", salientou Xi.

"Em 2019, suamos e trabalhamos arduamente e prosseguimos com esforços concretos rumo aos êxitos", disse Xi em seu discurso, resumindo o progresso alcançado no ano que termina.

O produto interno bruto (PIB) da China deve se aproximar de 100 trilhões de yuans (US$ 14,37 trilhões), enquanto o seu PIB per capita deve atingir US$ 10 mil em 2019, notou o presidente.

Importantes progressos foram feitos nos esforços para prevenir e neutralizar grandes riscos, implementar o alívio da pobreza direcionado, e prevenir e controlar a poluição.

Cerca de 340 distritos pobres em toda a China sairão da pobreza e mais de 10 milhões de pessoas serão tiradas da pobreza até o fim de 2019, disse Xi.

Ele também destacou os avanços na ciência e tecnologia. A sonda Chang'e-4 fez um pouso histórico no lado oculto da Lua; o foguete transportador Longa Marcha-5 Y3 foi lançado com sucesso; o navio quebra-gelo polar Xuelong 2 iniciou sua primeira viagem à Antártica.

Um novo grupo de zonas de livre comércio foi estabelecido, a Zona Piloto de Livre Comércio de Shanghai foi expandida, o quadro de inovação de ciência e tecnologia foi lançado tranquilamente, e mais de 2 trilhões de yuans de impostos e tarifas foram cortados durante o ano.

Xi notou progressos de reforma sólidos na defesa nacional e forças armadas. Um grande desfile militar foi realizado no Dia Nacional. O primeiro porta-aviões construído pela China foi comissionado.

"O momento mais memorável de 2019 foram as celebrações pelo 70º aniversário da fundação da República Popular da China", disse Xi, acrescentando que a força de patriotismo pura foi sentida pelo povo.

Xi disse que durante o último ano ele seguiu as rotas da revolução da China. "A nossa aspiração inicial e missão são as nossas fontes inesgotáveis de motivação durante a mossa Longa Marcha na nova era."

"Como sempre, não importando o quão ocupado estava, reservei tempo para visitar as pessoas no campo", continuou Xi, recordando suas interações com o povo durante o ano.

O presidente mencionou os nomes de indivíduos entre muitas pessoas comuns que, disse ele, "nos tocou profundamente" no último ano.

O líder chinês destacou uma série de eventos que o país realizou durante o ano, incluindo o segundo Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional, a Exposição Internacional de Horticultura de Beijing, a Conferência sobre Diálogo de Civilizações Asiáticas e a segunda Exposição Internacional de Importação da China.

Xi lembrou que se encontrou com líderes de vários países durante o ano, compartilhando com eles as propostas da China, promovendo a amizade e reforçando o consenso.

O número de países com os quais a nação chinesa tem relações diplomáticas chegou a 180, segundo o presidente.

"Temos amigos em cada canto do mundo", disse ele.

Para encerrar o seu discurso, Xi disse: "vamos aproveitar o dia e vivê-lo plenamente e saudar a chegada do ano de 2020 juntos."

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247