Em nova ação de lawfare, Justiça boliviana apresenta segunda denúncia de estupro contra Evo Morales

Ex-presidente Evo Morales, deposto por um golpe de Estado, voltou a ser alvo do lawfare promovido pela extrema direita boliviana. Ministério da Justiça apresentou uma segunda denúncia contra ele por uma suposta relação com uma menor de idade, com quem teria tido uma filha

Evo Morales
Evo Morales (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - Vice-ministro interino da Bolívia explicou que o Ministério da Justiça recebeu documentação sobre "possível novo caso de estupro" que envolveria Morales, observando que a menor de idade tem uma filha.

O Ministério da Justiça boliviano apresentou uma segunda denúncia contra o ex-presidente Evo Morales na segunda-feira (24) por suposta relação com uma menor de idade, com quem Morales teria uma filha, informou o vice-ministro interino de Transparência e Luta contra a Corrupção, Guido Melgar, em entrevista coletiva e reproduzido pela agência AFP, quatro dias depois de registrar a primeira denúncia contra o ex-presidente.

"A menor de idade existe, a mãe existe, e a criança tem Juan Evo Morales Ayma como pai registrado", afirmou Melgar.

O vice-ministro afirma que a jovem teve uma filha em agosto de 2016, quando tinha 16 anos, e assegurou se tratar de um assunto "bastante delicado", tendo sido a denúncia feita de forma anônima e corroborada pelo Registro Civil e pelo Serviço Geral de Identificação Pessoal.

O Ministério da Justiça transferiu a documentação para a Ouvidoria da Criança e do Adolescente de La Paz para averiguar se houve "violência relacionada a questões sexuais, como estupro", comentou Melgar.

Objetivo político

As denúncias contra o ex-presidente tomaram conta do debate político na última semana na Bolívia. De acordo com o Movimento pelo Socialismo (MAS, na sigla em espanhol), partido de Morales, essas denúncias são incentivadas pelo governo interino de direita, e têm um objetivo político em meio à campanha para as eleições presidenciais e legislativas, que estão marcadas para 18 de outubro.

O MAS continua em primeiro lugar nas preferências de voto, de acordo com as pesquisas, e Morales é o gestor de campanha do partido.

A primeira denúncia por suposta relação com menor ocorreu em 20 de agosto. A jovem tem hoje 19 anos. Evo Morales tem 60 anos, é solteiro e tem uma filha e um filho reconhecidos, de mães diferentes, e está refugiado na Argentina desde o fim de 2019.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247