Em plebiscito, Califórnia e Flórida liberam maconha

Além do voto para a Presidência, as eleições norte-americanas da última terça-feira tiveram uma série de outros pleitos específicos nos Estados; em votação, a Flórida aprovou o uso medicinal da maconha; já a Califórnia, Estado mais populoso dos EUA e primeiro a permitir seu uso terapêutico, liberou também o consumo recreativo da erva

maconha
maconha (Foto: Giuliana Miranda)

247 - Além do voto para a Presidência, as eleições norte-americanas da última terça-feira tiveram uma série de outros pleitos específicos nos Estados. Em votação, a Flórida aprovou o uso medicinal da maconha. Já a Califórnia, Estado mais populoso dos EUA, liberou o uso recreativo da erva. 

Segundo dados oficiais, a aprovação da maconha para fins medicinais na Flórida teve 71,2% de votos (mais de 6,4 milhões), contra 28,7% (2,5 milhões) que se opuseram a ela. As alterações permitem o uso da substância para pacientes de aids, câncer, epilepsia e outras condições médicas.

Primeiro Estado dos EUA  liberar o uso medicinal da erva, a Califórnia agora autoriza também seu uso recreativo. 

A proposta permite que californianos maiores de 21 anos possam transportar, comprar e ter posse de 28,5 gramas de maconha. Será permitido ainda o cultivo de seis pés da droga.

Os eleitores do Estado de Massachussetts também aprovaram o uso recreativo da maconha. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247