Em recado aos EUA e Brasil, Rússia faz manobras de guerra em defesa da Venezuela

Pilotos e outros integrantes da Força Aérea russa foram recebidos na Venezuela pelo ministro da Defesa, general Vladimir Padrino López; país latino recebeu dois bombardeiros Tu-160, um avião de transporte An-124 e um avião de passageiros Il-62

Em recado aos EUA e Brasil, Rússia faz manobras de guerra em defesa da Venezuela
Em recado aos EUA e Brasil, Rússia faz manobras de guerra em defesa da Venezuela

247 - Rússia e Venezuela farão manobras conjuntas militares para uma eventual estratégia de defesa do país sul-americano. O anuncio foi feito pelo ministro da Defesa venezuelano, general Vladimir Padrino López, nesta segunda-feira (10), e é uma resposta às constantes ameaças feitas pelos Estados Unidos e pelo presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro.

"Devemos dizer ao povo da Venezuela e ao mundo inteiro que assim como estamos cooperando em diversas áreas de desenvolvimento para ambos os povos, também estamos nos preparando para defender a Venezuela até o último palmo quando for necessário", disse o ministro. "Vamos fazer isto com nossos amigos porque temos amigos no mundo que defendem as relações respeitosas de equilíbrio, de equilíbrio entre os Estados", acrescentou.

O Exército russo anunciou em Moscou que a frota inclui dois bombardeiros Tu-160, um avião de transporte An-124 e um avião de passageiros Il-62, sem especificar o motivo do deslocamento, nem o tempo que planejam permanecer em território venezuelano.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247