Embaixadora na ONU: EUA estão prontos para novo ataque à Síria

A embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Nikki Haley, afirmou neste sábado 14 que o país está pronto para realizar um novo ataque contra a Síria, horas após um bombardeio contra supostas instalações de produção de armas químicas; "Estamos confiantes de que enfraquecemos o programa de armas químicas da Síria. Estamos preparados para sustentar essa pressão, se o regime sírio for tolo o suficiente para testar nossa vontade", disse; "Se o regime sírio usar esse gás venenoso novamente, os Estados Unidos estão prontos [para um novo ataque]"

embaixadora Nikki Haley
embaixadora Nikki Haley (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - A embaixadora dos Estados Unidos na Organização das Nações Unidas (ONU), Nikki Haley, garantiu neste sábado que o país está pronto para realizar um novo ataque contra a Síria, horas após um bombardeio contra supostas instalações de produção de armas químicas.

"Estamos confiantes de que enfraquecemos o programa de armas químicas da Síria. Estamos preparados para sustentar essa pressão, se o regime sírio for tolo o suficiente para testar nossa vontade", disse ela.

"Se o regime sírio usar esse gás venenoso novamente, os Estados Unidos estão prontos [para um novo ataque]", continuou Haley.

A embaixadora dos EUA mencionou que a Rússia vetou por seis ocasiões resoluções pelo banimento de armas químicas, e acusou Moscou de promover uma campanha de desinformação sobre a atual situação do conflito sírio.

Haley destacou ainda que a operação de ataque contra instalações sírias foi cuidadosamente planejada para evitar ao máximo as baixas civis, e que isso só foi adotado depois da diplomacia ter recebido "uma chance após outra", sem sucesso.

A diplomata reafirmou que o presidente sírio Bashar Assad é o responsável pelo suposto ataque com armas químicas, há uma semana, em Douma e que a operação realizada por EUA, Reino Unido e França visou poupar a população síria do uso de tais armas.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247