Enchentes na Rússia matam mais de 170

Cheias destruíram mais de 5 mil habitações e desalojaram mais de 12 mil pessoas; Vladimir Putin exigiu uma investigação para saber se foram adotadas medidas suficientes para impedir as mortes

Enchentes na Rússia matam mais de 170
Enchentes na Rússia matam mais de 170 (Foto: EDUARD KORNIYENKO/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Brasil - O Ministério do Interior da Rússia informou neste domingo (8) que subiu para 171 o número de vítimas das cheias provocadas pelas chuvas torrenciais de sexta-feira e sábado (6 e 7) no Sul do país.As cheias destruíram mais de 5 mil habitações e desalojaram mais de 12 mil pessoas. estemunhas dizem que muitas das vítimas estavam dormindo e foram surpreendidas pela enchentes.

O presidente russo, Vladimir Putin, que sobrevoou a região helicóptero exigiu uma investigação para saber se foram adotadas medidas suficientes para impedir as mortes na região de Krasnodar, no Sul do país, que foi atingida por fortes enchentes. Segundo as previsões, pode haver queda de granizo e voltar a choveir forte na região.

Mikhail Saakachvili, presidente da Geórgia, país vizinho, que também sofre com as cheias, mas que não mantém relações diplomáticas com a Rússia desde 2008, anunciou que está pronto a enviar equipes de salvamento e ajuda humanitária, se o governo local autorizar a entrada em seu território.

 

 

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247