Encontro de chanceleres reforça relação entre China e Índia

Os chanceleres da China e Índia realizaram reunião em Pequim com o objetivo de incrementar relações bilaterais

(Foto: Xinhua)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Xhinhua - O conselheiro de Estado e ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, realizou na segunda-feira (12) conversações em Pequim  com o ministro indiano das Relações Exteriores, Subrahmanyam Jaishankar.

Wang pediu que ambas as partes implementem sinceramente o importante consenso alcançado pelos líderes dos dois países, estimem os resultados da melhora das relações bilaterais, fortaleçam mais a confiança mútua e aprofundem a cooperação, segundo um comunicado de imprensa oficial chinês.

Jaishankar disse que a Índia espera com interesse a segunda reunião informal entre os líderes dos dois países na Índia neste ano e que está disposta a garantir que a reunião seja um sucesso total.

Ambas as partes acreditam que devem proteger seu status de países em desenvolvimento e proteger seus direitos de desenvolvimento e interesses legítimos na Organização Mundial do Comércio.

Wang apresentou a posição de princípios da China sobre a recente ação unilateral da Índia na questão da Cachemira e disse que a China espera que a Índia desempenhe um papel construtivo na paz e estabilidade regionais, acrescenta o comunicado de imprensa.

Jaishankar explicou a postura da Índia e destacou que seu país está disposto a exercer a moderação e a melhorar as relações com o Paquistão. A Índia também aderirá ao consenso alcançado com a China sobre a manutenção da paz na fronteira e continuará trabalhando com a China para resolver adequadamente a questão fronteiriça através de consultas, de acordo com o comunicado.

No mesmo dia, Wang e Jaishankar copresidiram a segunda reunião do mecanismo de alto nível de intercâmbios entre povos China-Índia e concordaram em promover ainda mais a amizade entre os dois povos.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247