Equador quer sediar cúpula regional sobre crise migratória da Venezuela

O governo do Equador informou nesta terça-feira (21) que quer sediar uma cúpula regional para discutir o agravamento do êxodo de venezuelanos do país

Equador quer sediar cúpula regional sobre crise migratória da Venezuela
Equador quer sediar cúpula regional sobre crise migratória da Venezuela

247, com Reuters, por Alexandra Valencia - O governo do Equador informou nesta terça-feira (21) que quer sediar uma cúpula regional para discutir o agravamento do êxodo de venezuelanos do país.

O Ministério das Relações Exteriores equatoriano disse que convidaria Argentina, Brasil, Bolívia, Colômbia, Costa Rica, Chile, México, Peru, Panamá, República Dominicana, Uruguai e Venezuela para uma reunião em Quito, nos dias 17 e 18 de setembro.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) prevê que a inflação pode atingir 1 milhão por cento até o fim do ano e o salário mínimo somará poucos dólares, colocando produtos básicos como o frango fora do alcance de muitos.

Na semana passada, o Equador e o Peru anunciaram requerimentos de entrada mais restritos para os venezuelanos, enquanto manifestantes no Brasil, em Pacaraima, fizeram com que centenas de imigrantes voltassem para o outro lado da fronteira.

"É o momento de trocarmos opiniões, de ver o que diferentes países estão fazendo em diferentes aspectos", disse o vice-ministro de Mobilidade Humana do Equador, Santiago Chávez, em declaração. "O pior que pode acontecer para o país (Equador) é o caos migratório", acrescentou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247