Equipes de resgate localizam destroços de avião indonésio

Dois aviões de reconhecimento localizaram os destroços da aeronave, um modelo ATR 42 da Trigana Air, perto da Catarata Oksop, na zona das montanhas de Bintang, cujo centro administrativo é Oksibil, segundo a agência Antara; aeronave desapareceu com 54 pessoas a bordo

Dois aviões de reconhecimento localizaram os destroços da aeronave, um modelo ATR 42 da Trigana Air, perto da Catarata Oksop, na zona das montanhas de Bintang, cujo centro administrativo é Oksibil, segundo a agência Antara; aeronave desapareceu com 54 pessoas a bordo
Dois aviões de reconhecimento localizaram os destroços da aeronave, um modelo ATR 42 da Trigana Air, perto da Catarata Oksop, na zona das montanhas de Bintang, cujo centro administrativo é Oksibil, segundo a agência Antara; aeronave desapareceu com 54 pessoas a bordo (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da Agência Lusa 

Equipes de resgate indonésias localizaram hoje (17), numa zona remota montanhosa da província de Papua, os destroços do avião que desapareceu ontem (16), com 54 pessoas a bordo, informa a imprensa local.

Dois aviões de reconhecimento localizaram os destroços da aeronave, um modelo ATR 42 da Trigana Air, perto da Catarata Oksop, na zona das montanhas de Bintang, cujo centro administrativo é Oksibil, segundo a agência Antara.

O avião perdeu contato com a torre de controle nesse domingo, 34 minutos depois de partir de Jayapura, capital da província de Papua, e dez minutos antes de chegar ao seu destino, Oksibil, no centro da ilha.

O avião transportava 44 adultos, cinco crianças e cinco membros da tripulação, num voo que deveria durar 45 minutos e com aterrissagem para pouco depois das 15h locais.

A Trigana Air é uma pequena companhia criada em 1991, que opera serviços domésticos para cerca de 40 destinos na Indonésia.

Pequenas aeronaves são usadas com frequência para transportar pessoas para a zona montanhosa de Papua, e o mau tempo já provocou vários acidentes nos últimos anos.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email