Escritora acusa Trump de estupro; presidente dos EUA nega

Jornalista e colunista E. Jean Carroll acusa o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de a ter atacado sexualmente em meados dos anos 1990; Trump nega as acusações e disse não conhecer Caroll; durante a campanha presidencial de 2016, mais de dez mulheres acusaram Trump de má conduta sexual nos anos anteriores

247 - A jornalista e colunista E. Jean Carroll acusa o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de a ter atacado sexualmente em um camarim de uma loja de departamentos de Manhattan em meados dos anos 1990.

O relato foi publicado em um texto na revista New York na sexta-feira. 

Trump nega as acusações e disse não conhecer Caroll. 

A acusação da escritora contra Trump está incluída em seu próximo livro sobre os "homens medonhos" que a colunista da revista Elle diz ter encontrado durante toda a sua vida.

Carroll escreveu que depois do que começou como um encontro amigável com Trump na [loja de departamentos] Bergdorf Goodman em 1995 ou 1996, o magnata imobiliário a empurrou contra a parede de um camarim, abriu o zíper da calça e se forçou contra ela. Carroll disse que em uma "luta colossal" ela o empurrou e saiu correndo da loja.

Trump chamou a acusação de "notícia falsa" e disse que não há provas.

"Sem fotos? Sem vigilância? Sem vídeo? Sem relatórios? Sem atendentes de vendas por perto? Eu gostaria de agradecer a Bergdorf Goodman por confirmar que eles não têm nenhum vídeo de tal incidente, porque isso nunca aconteceu", disse.

A Trump Organization, que Trump ainda possui, não respondeu a um pedido de comentário da Associated Press, que não verificou de forma independente o relato de Carroll.

Carroll não retornou imediatamente uma ligação para comentar.

Durante a campanha presidencial de 2016,  mais de uma dúzia de mulheres acusaram Trump de má conduta sexual nos anos anteriores. Trump negou as acusações e disse que as mulheres estavam mentindo. Enquanto esses casos geralmente envolviam tocar e beijar sem consentimento, Carroll alegou penetração forçada.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247