Espanha promete visto para compra de imóveis a partir de 160 mil euros

O principal objetivo da mudança na legislação seria beneficiar russos e chineses, que são obrigados a pedir autorização para todas as vezes que pretendem entrar no país

Espanha promete visto para compra de imóveis a partir de 160 mil euros
Espanha promete visto para compra de imóveis a partir de 160 mil euros
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Opera Mundi - O governo espanhol anunciou nesta segunda-feira que pretende conceder visto automaticamente para os cidadãos de fora da União Europeia que comprarem apartamentos de valor superior a 160 mil euros (cerca de R$ 427 mil) no país.

De acordo com o jornal El País, o principal objetivo da mudança na legislação seria beneficiar russos e chineses, que são obrigados a pedir autorização para todas as vezes que pretendem entrar na Espanha.

O presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy, argumentou em favor da medida na manhã de hoje, ao dizer que “o setor imobiliário dá trabalho a muita gente, direta e indiretamente”. O líder do PP (Partido Popular) também lembrou da necessidade de vender imóveis que estão sem compradores, mesmo com os novos preços do setor no país, que “não são despropositados como eram há alguns anos”.
O secretário de comércio da Espanha, Jaime García-Legaz, afirmou que não é possível estabelecer a medida com um valor inferior a 160 mil euros, pois “representaria uma demanda massiva de pedidos de residência”.
Apesar do aumento das vendas dos imóveis no país em agosto e setembro, depois de 17 meses de queda desse índice, García-Legaz classifica o mercado imobiliário como “muito parado e sem perspectiva de melhoras para os próximos anos”.

O PSOE, principal partido de oposição a Rajoy, criticou a medida por representar a “mercantilização do visto de residência”. “Eles deveriam atuar para frear os despejos e diminuir o número de apartamentos vazios e famílias nas ruas”, afirmou Marisol Pérez Domínguez, secretária da entidade.

Uma reunião para acelerar a implementação dessa medida deverá ser realizada nesta terça-feira, segundo García-Legaz.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email