Especialista russo da OMS vê pouca possibilidade de novo coronavírus ter saído de laboratório chinês

Especialistas da Organização Mundial de Saúde (OMS) estão atuando na China desde 14 de janeiro para investigar a origem da pandemia do novo coronavírus

Vladimir Dedkov, especialista russo da OMS
Vladimir Dedkov, especialista russo da OMS (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - Vladimir Dedkov, vice-diretor do Instituto Pasteur de Epidemiologia e Microbiologia, que faz parte da missão da OMS, disse nesta quarta-feira (3) que o laboratório do Instituto de Virologia de Wuhan é tão organizado que é difícil imaginar um vazamento de vírus de lá.

Dedkov reconheceu que hipoteticamente tudo pode acontecer, mas "primeiro, não há sinais e, em segundo lugar, não há fatos que apontem para um vazamento, nem direto, nem indireto".

"É claro que foi importante para nossa missão visitar aquele instituto, conversar com colegas, ver como tudo está organizado e bem organizado", disse Dedkov, "é difícil imaginar um vazamento de lá".

O especialista russo destacou o excelente nível de organização do laboratório. O grupo da OMS também visitou o mercado de Wuhan, onde os primeiros casos do novo coronavírus foram detectados.

"Não há provas de que o vírus tenha se originado ali, poderia ter se originado em outro lugar, mas, hipoteticamente, tem todas as condições para a propagação de um vírus", disse Dedkov.

Dedkov acrescentou que o mercado está fechado e as obras de demolição estão em andamento.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email