Estudante negro morre após trote violento com ataque racistas e referências à Ku Klux Klan

O caso, que ocorreu na Bélgica, só veio à tona agora, após registros da cerimônia serem investigados e tornados públicos.

Estudante negro na Bélgica morre depois de trote violento com ofensas racistas
Estudante negro na Bélgica morre depois de trote violento com ofensas racistas
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Mais um caso de ataque racista é revelado, desta vez causando a morte de um jovem, na Bélgica. Segundo informou o portal UOL, a situação ocorreu durante  uma cerimônia de introdução a uma fraternidade universitária conhecida como Reuzegom.

Durante a iniciação, entre outras coisas, exigiu-se que Sanda Dia, de 20 anos, estudante de engenharia da Universidade Católica de Leuven (Bélgica), ingerisse bebidas alcoólicas e óleo de peixe até vomitar, engolisse um peixe vivo e permanecesse em uma superfície coberta de gelo.

A morte aconteceu em outubro de 2018. No entanto, o caso só veio à tona agora, após registros da cerimônia serem investigados e tornados públicos. A causa da morte do jovem, ocorrida em dezembro daquele ano, foi falência múltipla dos órgãos.

Segundo o jornal The New York Times, Dia foi alvo de diversas ofensas racistas durante o evento. Uma foto mostra ainda que estudantes responsáveis pela iniciação usavam vestimentas semelhantes às da Ku Klux Klan, organização norte-americana que reúne movimentos de supremacistas brancos.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247