EUA acusam Rússia de apoiar programa de mísseis da Coreia do Norte

"A Coréia do Norte adquiriu tecnologia de defesa antimísseis russa e está desenvolvendo suas próprias capacidades para se proteger contra mísseis, especificamente, um sistema de defesa móvel. (...) Apesar de serem produzidos internamente, seus interceptores e sistemas de radar têm semelhanças com os sistemas russos ", diz um documento do Departamento de Defesa dos EUA, o Pentágono, emitido na quinta-feira (17) e imediatamente rechaçado pela Rússia

EUA acusam Rússia de apoiar programa de mísseis da Coreia do Norte
EUA acusam Rússia de apoiar programa de mísseis da Coreia do Norte

247, com Hispan TV - "A Coréia do Norte adquiriu tecnologia de defesa antimísseis russa e está desenvolvendo suas próprias capacidades para se proteger contra mísseis, especificamente, um sistema de defesa móvel. (...) Apesar de serem produzidos internamente, seus interceptores e sistemas de radar têm semelhanças com os sistemas russos ", diz um documento do Departamento de Defesa dos EUA, o Pentágono, emitido na quinta-feira (17).

A Rússia reagiu imediatamente. O embaixador russo na capital norte-coreana, Pyongyang, Alexandr Matsegora, descreveu a nova estratégia de Washington como uma tentativa de justificar a sua "política desestabilizadora" na cena internacional.

"Eu digo com total responsabilidade que a alegada venda de tecnologias de mísseis aos norte-coreanos é absolutamente infundadas", enfatizou Matsegora nesta sexta-feira (18).

A Coréia do Norte adquiriu tecnologia de defesa antimísseis russa e está desenvolvendo suas próprias capacidades móveis em proteção contra mísseis, especificamente, um sistema de defesa móvel. [...] Apesar de serem produzidos domesticamente, seus interceptores e sistema de radar compartilham semelhanças com os sistemas russos ", diz o documento do Pentágono.

O diplomata russo argumentou que os Estados Unidos recorreram a inventar "outro engano" porque não encontram pretexto para acusar a Rússia.

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse na quinta-feira que a nova abordagem de Washington para a defesa balística busca detectar e destruir qualquer míssil lançado contra os EUA "em qualquer lugar, a qualquer hora". Washington, preocupado com o programa norte-coreano de mísseis, afirma que os mísseis da Coréia do Norte continuam sendo uma "grande preocupação".

Moscou garante que os EUA e seus aliados estão fazendo tudo ao seu alcance para tentar diminuir o poder militar e econômico da Rússia, a fim de evitar o aumento da influência russa globalmente.

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247