EUA ameaçam 'atacar' petróleo da Venezuela, caso constituinte seja confirmada

EUA estão considerando todas as opções de sanções contra a Venezuela, incluindo contra o setor petrolífero do país, segundo um porta-voz da administração dos EUA; "Consideramos todas as opções," disse; "Qualquer um que decida aderir à Assembleia Nacional Constituinte deve saber que seu papel em minar os processos democráticos e as instituições na Venezuela pode expôr o país a novas sanções dos EUA", completou; mais cedo, o Departamento do Tesouro dos EUA informou que submeteu uma lista de sanções a 13 indivíduos ligados ao governo do presidente Nicolás Maduro

EUA estão considerando todas as opções de sanções contra a Venezuela, incluindo contra o setor petrolífero do país, segundo um porta-voz da administração dos EUA; "Consideramos todas as opções," disse; "Qualquer um que decida aderir à Assembleia Nacional Constituinte deve saber que seu papel em minar os processos democráticos e as instituições na Venezuela pode expôr o país a novas sanções dos EUA", completou; mais cedo, o Departamento do Tesouro dos EUA informou que submeteu uma lista de sanções a 13 indivíduos ligados ao governo do presidente Nicolás Maduro
EUA estão considerando todas as opções de sanções contra a Venezuela, incluindo contra o setor petrolífero do país, segundo um porta-voz da administração dos EUA; "Consideramos todas as opções," disse; "Qualquer um que decida aderir à Assembleia Nacional Constituinte deve saber que seu papel em minar os processos democráticos e as instituições na Venezuela pode expôr o país a novas sanções dos EUA", completou; mais cedo, o Departamento do Tesouro dos EUA informou que submeteu uma lista de sanções a 13 indivíduos ligados ao governo do presidente Nicolás Maduro (Foto: Paulo Emílio)

Sputnik - Os EUA estão considerando todas as opções de sanções contra a Venezuela, incluindo contra o setor petrolífero do país. A informação foi de um porta-voz da administração dos EUA.

"Consideramos todas as opções," disse a fonte em resposta a uma pergunta de jornalistas.
O alto funcionário da Casa Branca reforçou que quem se somar à Constituinte, poderá ser sancionado.

"Qualquer um que decida aderir à Assembleia Nacional Constituinte deve saber que seu papel em minar os processos democráticos e as instituições na Venezuela pode expôr o país a novas sanções dos EUA", afirmou o funcionário.

Mais cedo, o Departamento do Tesouro dos EUA informou que submeteu uma lista de sanções a 13 indivíduos, incluindo ministros atuais e antigos, chefes de polícia e o vice-presidente da Companhia Nacional de Petróleo do país.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247