EUA ameaçam sancionar Vladimir Putin

A porta-voz do departamento de Estado norte-americano, Jen Psaki, disse nesta segunda-feira que os Estados Unidos podem impor sanções contra o presidente russo, Vladimir Putin, devido à crise na Ucrânia; "Os EUA podem impor sanções contra pessoas, empresas e setores", disse ela

Russian President Vladimir Putin visits USA House in the Olympic Village during the 2014 Sochi Olympic Games, February 14, 2014. REUTERS/Marianna Massey/Pool (RUSSIA - Tags: SPORT OLYMPICS POLITICS)
Russian President Vladimir Putin visits USA House in the Olympic Village during the 2014 Sochi Olympic Games, February 14, 2014. REUTERS/Marianna Massey/Pool (RUSSIA - Tags: SPORT OLYMPICS POLITICS) (Foto: Leonardo Attuch)

MOSCOU, 21 Abr (Reuters) - A porta-voz do departamento de Estado norte-americano, Jen Psaki, disse nesta segunda-feira que os Estados Unidos podem impor sanções contra o presidente russo, Vladimir Putin, devido à crise na Ucrânia, mas sugeriu que tal medida não seria adotada em breve.

Em uma entrevista à rádio russa Ekho Moskvy pelo Twitter, ela foi perguntada sobre se os Estados Unidos consideravam a possibilidade de impor sanções contra Putin. Psaki respondeu: "Sim. É importante para mostrar as consequências. Os EUA podem impor sanções contra pessoas, empresas e setores. Mas o objetivo não é impor sanções. É apaziguar".

Ela acrescentou: "Há muitas autoridades que estão sendo alvo de análises. Há muita gente para sancionar antes de fazer isso com o presidente Putin".

Os Estados Unidos já impuseram proibições de vistos e o congelamento de bens de várias autoridades e legisladores russos considerados envolvidos na anexação da região da Crimeia da Ucrânia no mês passado pela Rússia, e teve como alvo homens de negócios com laços com Putin.

(Texto de Steve Gutterman)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247