EUA ampliam sanções contra Cuba por "apoio" à Venezuela

Os EUA implementaram uma série de mudanças nas provisões financeiras contra Cuba para impedir que a ilha acesse moedas cambiais, em punição por seu apoio ao governo de Nicolás Maduro na Venezuela, segundo o Departamento do Tesouro norte-americano

Sputnik - Os EUA implementaram uma série de mudanças nas provisões financeiras contra Cuba para impedir que a ilha acesse moedas cambiais, em punição por seu apoio ao governo de Nicolás Maduro na Venezuela. A informação foi divulgada pelo Departamento do Tesouro.

O Departamento de Controle de Ativos Estrangeiros (OFAC) introduziu novas regras que "modificam certas autorizações relacionadas ao fornecimento de remessas a Cuba e eliminam a autorização para transações financeiras específicas conhecidas como transações de 'giro em U'".

O comunicado cita o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, afirmando que Washington "responsabiliza o regime cubano por sua opressão ao povo de Cuba e seu apoio a outras ditaduras na região, como o ilegítimo regime de Maduro".

O Departamento do Tesouro ressalta também que com estas alterações os EUA negam a Havana o "acesso à casa de câmbio" como punição por seu "mau comportamento".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247