EUA cogitam saída do Conselho de Direitos Humanos da ONU

Administração de Donald Trump está analisando a possível saída dos EUA do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, mas não se tratará de uma decisão imediata, asseguram fontes da revista Politico; veículo que cita como fontes funcionários das autoridades norte-americanas, antigos e em funções, e informa que os EUA podem tomar esta decisão supostamente devido ao fato de Conselho ter influenciado a aprovação da resolução da ONU que reprova os assentamentos israelenses nas terras palestinas

Administração de Donald Trump está analisando a possível saída dos EUA do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, mas não se tratará de uma decisão imediata, asseguram fontes da revista Politico; veículo que cita como fontes funcionários das autoridades norte-americanas, antigos e em funções, e informa que os EUA podem tomar esta decisão supostamente devido ao fato de Conselho ter influenciado a aprovação da resolução da ONU que reprova os assentamentos israelenses nas terras palestinas
Administração de Donald Trump está analisando a possível saída dos EUA do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, mas não se tratará de uma decisão imediata, asseguram fontes da revista Politico; veículo que cita como fontes funcionários das autoridades norte-americanas, antigos e em funções, e informa que os EUA podem tomar esta decisão supostamente devido ao fato de Conselho ter influenciado a aprovação da resolução da ONU que reprova os assentamentos israelenses nas terras palestinas (Foto: Aquiles Lins)

Sputnik Brasil - A administração de Donald Trump está analisando a possível saída dos EUA do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, mas não se tratará de uma decisão imediata, asseguram fontes da revista Politico.

A Político, que cita como fontes funcionários das autoridades norte-americanas, antigos e em funções, informa que os EUA podem tomar esta decisão supostamente devido ao fato de Conselho ter influenciado a aprovação da resolução da ONU que reprova os assentamentos israelenses nas terras palestinas.

Segundo frisaram as fontes, o assunto será discutido na próxima sessão do Conselho da ONU, mas não se espera qualquer decisão por parte dos EUA.

A Politico destaca que a discussão da ideia de abandonar o organismo irá preocupar os ativistas internacionais, já preocupados com o fato de que os EUA poderem prestar menos atenção ao problema dos direitos humanos sob a presidência de Donald Trump.

Em 23 de dezembro, o Conselho de Segurança da ONU adotou uma resolução exigindo a suspensão "completa e imediata" da construção de assentamentos israelenses em territórios palestinos. No entanto, Israel continua autorizando sua construção.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247