EUA iniciam reforço militar na região Ásia-Pacífico

Em busca de hegemonia na região, o Pentágono apoiou o plano de investimentos de cerca de 8 bilhões de dólares adicionais, necessários para o reforço militar no Pacífico durante os próximos 5 anos, diz reportagem do Wall Street Journal; plano, batizado inicialmente como "Iniciativa de Estabilidade na Região Asiática do Pacífico", foi proposto pelo senador John McCain e apoiado por outros legisladores norte-americanos, bem como pelo secretário da Defesa dos EUA, James Mattis

Porta-aviões e navios do grupo de batalha Carl Vinson, dos EUA
U.S. Navy photo by Photographer's Mate Airman Dustin Howell (RELEASED)
Porta-aviões e navios do grupo de batalha Carl Vinson, dos EUA U.S. Navy photo by Photographer's Mate Airman Dustin Howell (RELEASED) (Foto: Giuliana Miranda)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da Sputnik Brasil

Os EUA podem aumentar a sua presença na zona Ásia-Pacífico através da modernização da sua infraestrutura militar, da realização de exercícios militares adicionais e do deslocamento de forças adicionais, diz reportagem do Wall Street Journal.

O plano, batizado inicialmente como "Iniciativa de Estabilidade na Região Asiática do Pacífico", foi proposto pelo senador John McCain e apoiado por outros legisladores norte-americanos, bem como pelo secretário da Defesa dos EUA, James Mattis, e pelo chefe do Comando da Marinha da região, Harry Harris.

"Esta iniciativa pode aumentar a capacidade militar dos EUA através dos financiamentos necessários para a correção das nossas posições na região e para o melhoramento da infraestrutura, bem como para o financiamento de exercícios adicionais", declarou McCain.

​A administração de Trump exigiu fundos adicionais para os gastos militares neste ano financeiro e, em 2018, pretende aumentar os gastos em 54 bilhões de dólares, acrescenta o jornal.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247