EUA podem mudar seus planos na Síria para agradar Turquia

Washington decidiu rever seus planos para a formação das "forças de segurança de fronteira" na Síria em respeito às posições de Ancara sobre o tema, informou o The Wall Street Journal; "Os militares dos EUA estão cancelando os planos de formar as forças de fronteira na Síria, com contingente de 30 mil pessoas, depois da medida ter provocado um conflito diplomático com a Turquia", informou a publicação

Washington decidiu rever seus planos para a formação das "forças de segurança de fronteira" na Síria em respeito às posições de Ancara sobre o tema, informou o The Wall Street Journal; "Os militares dos EUA estão cancelando os planos de formar as forças de fronteira na Síria, com contingente de 30 mil pessoas, depois da medida ter provocado um conflito diplomático com a Turquia", informou a publicação
Washington decidiu rever seus planos para a formação das "forças de segurança de fronteira" na Síria em respeito às posições de Ancara sobre o tema, informou o The Wall Street Journal; "Os militares dos EUA estão cancelando os planos de formar as forças de fronteira na Síria, com contingente de 30 mil pessoas, depois da medida ter provocado um conflito diplomático com a Turquia", informou a publicação (Foto: Leonardo Lucena)

Agência Sputnik - Washington decidiu rever seus planos para a formação das "forças de segurança de fronteira" na Síria em respeito às posições de Ancara sobre o tema, informou o The Wall Street Journal.

"Os militares dos EUA estão cancelando os planos de formar as forças de fronteira na Síria, com contingente de 30 mil pessoas, depois da medida ter provocado um conflito diplomático com a Turquia", informou a publicação.

O jornal destaca que diversos oficiais do governo norte-americano declararam que o plano foi mal pensado e que não será realizado no seu formato inicial.

No dia 14 de janeiro, a coalizão internacional, liderada pelos EUA, anunciou a criação das "forças de segurança de fronteira" na Síria. A Turquia respondeu, na ocasião, que pretende adotar todas as medidas possíveis para impedir a realização desse plano.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247