EUA se declaram donos do Ocidente ao tratar da Venezuela

Os Estados Unidos "não tolerarão a intervenção de poderes hostis" no Hemisfério Ocidental. A declaração é do assessor de segurança nacional dos EUA, John Bolton, ao comentar a situação na Venezuela, que conta com o apoio de países como Rússia e China

EUA se declaram donos do Ocidente ao tratar da Venezuela
EUA se declaram donos do Ocidente ao tratar da Venezuela (Foto: Sputinik)

Sputinik – Os Estados Unidos "não tolerarão a intervenção de poderes hostis" no Hemisfério Ocidental. A declaração é do assessor de segurança nacional dos EUA, John Bolton, ao comentar a situação na Venezuela.

"Os Estados Unidos não vão tolerar a intervenção de forças militares estrangeiras hostis nos objetivos comuns do hemisfério ocidental — democracia, segurança e o estado de direito. Os militares venezuelanos devem apoiar o povo da Venezuela", escreveu Bolton no Twitter.

O assessor do presidente dos Estados Unidos não especificou quais países considera como "hostis", mas sugeriu anteriormente que a Rússia enviasse à Venezuela "não aeronaves militares, mas assistência humanitária".

Anteriormente, uma fonte diplomática em Caracas disse à Sputnik que dois aviões russos haviam chegado neste sábado no Aeroporto Internacional de Maiquetia, perto de Caracas, com um grupo de militares russos que realizaria consultas com representantes de cooperação técnico-militar da Venezuela.

De acordo com a grande mídia venezuelana, incluindo o canal de televisão NTN, 99 soldados russos chegaram a Caracas, e os aviões também entregaram 35 toneladas de carga.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247