EUA voltam a enviar navios ao estreito de Taiwan e contrariam a China

Um destróier de mísseis e um navio de carga da Marinha norte-americana atravessaram nesta segunda-feira (25) o estreito de Taiwan, enviando um sinal a Pequim de que os EUA continuarão apoiando Taiwan apesar das ameaças recentes do governo chinês, segundo o canal Fox News

EUA voltam a enviar navios ao estreito de Taiwan e contrariam a China
EUA voltam a enviar navios ao estreito de Taiwan e contrariam a China

247, com Sputnik - Um destróier de mísseis e um navio de carga da Marinha norte-americana atravessaram nesta segunda-feira (25) o estreito de Taiwan, enviando um sinal a Pequim de que os EUA continuarão apoiando Taiwan apesar das ameaças recentes do governo chinês, segundo o canal Fox News.

"O USS Stethem (DDG 63) e o USNS Cesar Chavez (T-AKE-14) realizaram uma passagem através do estreito de Taiwan na segunda-feira (25), em conformidade com o direito internacional. A passagem dos navios através do estreito de Taiwan demonstra o compromisso dos EUA com um Indo-Pacífico livre e aberto", disse o porta-voz da Frota do Pacífico dos EUA, Tim Gorman, citado pelo portal USNI News.

Segundo o porta-voz, a Marinha dos EUA "continuará navegando, voando e operando em qualquer lugar que o direito internacional permita". É a quarta vez nos últimos cinco meses que navios estadunidenses passam pelo estreito.

Mesmo que as embarcações dos EUA naveguem pelo estreito (que separa a China continental de Taiwan, sua província separatista) sem realizar exercícios militares, o que é permitido pelo direito internacional, Pequim insiste que os navios de guerra de outros países peçam autorização e notifiquem com antecedência as autoridades chinesas sobre a passagem por suas águas territoriais.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247