Ex-comandante iraniano diz que novas sanções dos EUA não terão impacto econômico

As novas sanções dos EUA terão um impacto econômico nulo no Irã e não são comparáveis ao golpe que Teerã deu ao "poder" americano em um ataque com mísseis contra suas bases militares no Iraque, disse hoje um alto funcionário iraniano

Trump e povo iraniano, que foi às ruas por Soleimani
Trump e povo iraniano, que foi às ruas por Soleimani (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - As novas sanções dos EUA terão um impacto econômico nulo no Irã e não são comparáveis ao golpe que Teerã deu ao "poder" americano em um ataque com mísseis contra suas bases militares no Iraque, disse hoje um alto funcionário iraniano.

No início do dia, o Tesouro dos EUA divulgou sanções contra 17 produtores de metais e empresas de mineração iranianas, bem como oito autoridades iranianas que supostamente se envolveram no ataque com mísseis contra duas bases no Iraque que hospedam forças americanas. 

Mohsen Rezaei, secretário do Conselho de Discernimento de Conveniência do Irã e ex-comandante do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica, está entre as autoridades designadas. 

Essas sanções insignificantes são simbólicas para os EUA e para mim. Para os EUA, elas são simbólicas porque essa etapa é irrelevante em termos econômicos e não compensa o ataque de mísseis ao poder e prestígio de Washington. Para mim, elas são simbólicas porque me honram mais uma vez.

As relações EUA-Irã se deterioraram ainda mais nos últimos dias, depois que um ataque de drone em Bagdá, ordenado pelo presidente norte-americano, Donald Trump, matou o então comandante da Força Quds iraniana, Qassem Soleimani, na semana passada. O Irã retaliou disparando mísseis contra as bases iraquianas que hospedam as forças americanas. Ninguém ficou ferido como resultado do ataque, de acordo com Washington.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247