Ex-guarda de Auschwitz é condenado a cinco anos de prisão na Alemanha

AJustiça alemã condenou nesta sexta-feria, 17, o ex-guarda do campo de concentração nazista de Auschwitz, Reinhold Hanning, de 94 anos, a cinco anos de prisão por "colaboração" na morte de 170 mil judeus; "O acusado foi condenado a cinco anos de prisão por sua colaboração na morte de 170 mil pessoas", anunciou o tribunal de Detmold; "Ele sabia que em Auschwitz pessoas inocentes eram assassinadas diariamente nas câmaras de gás", afirmou o tribunal

AJustiça alemã condenou nesta sexta-feria, 17, o ex-guarda do campo de concentração nazista de Auschwitz, Reinhold Hanning, de 94 anos, a cinco anos de prisão por "colaboração" na morte de 170 mil judeus; "O acusado foi condenado a cinco anos de prisão por sua colaboração na morte de 170 mil pessoas", anunciou o tribunal de Detmold; "Ele sabia que em Auschwitz pessoas inocentes eram assassinadas diariamente nas câmaras de gás", afirmou o tribunal
AJustiça alemã condenou nesta sexta-feria, 17, o ex-guarda do campo de concentração nazista de Auschwitz, Reinhold Hanning, de 94 anos, a cinco anos de prisão por "colaboração" na morte de 170 mil judeus; "O acusado foi condenado a cinco anos de prisão por sua colaboração na morte de 170 mil pessoas", anunciou o tribunal de Detmold; "Ele sabia que em Auschwitz pessoas inocentes eram assassinadas diariamente nas câmaras de gás", afirmou o tribunal (Foto: Aquiles Lins)

247 - A Justiça alemã condenou nesta sexta-feria, 17, o ex-guarda do campo de concentração nazista de Auschwitz, Reinhold Hanning, de 94 anos, a cinco anos de prisão por "colaboração" na morte de 170 mil judeus.

"O acusado foi condenado a cinco anos de prisão por sua colaboração na morte de 170 mil pessoas", anunciou o tribunal de Detmold. "Ele sabia que em Auschwitz pessoas inocentes eram assassinadas diariamente nas câmaras de gás", afirmou o tribunal.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247