Explosão em fábrica de fogos de artifícios deixa 7 mortos em Portugal

Uma explosão em fábrica de fogos de artifício, nesta terça-feira, na freguesia de Penajóia, munucípio de Lamego, em Portugal, provocou a morte a sete pessoas, informou a imprensa portuguesa; Polícia e bombeiros estão no local; número total de vítimas, no entanto ainda não é conclusivo, pois não há certeza sobre o número exato de pessoas que se encontravam nas instalações; um representante dos Bombeiros de Lamego disse ao jornal português Diário de Notícias que, ao todo, cerca de 15 pessoas estariam dentro da fábrica

Uma explosão em fábrica de fogos de artifício, nesta terça-feira, na freguesia de Penajóia, munucípio de Lamego, em Portugal, provocou a morte a sete pessoas, informou a imprensa portuguesa; Polícia e bombeiros estão no local; número total de vítimas, no entanto ainda não é conclusivo, pois não há certeza sobre o número exato de pessoas que se encontravam nas instalações; um representante dos Bombeiros de Lamego disse ao jornal português Diário de Notícias que, ao todo, cerca de 15 pessoas estariam dentro da fábrica
Uma explosão em fábrica de fogos de artifício, nesta terça-feira, na freguesia de Penajóia, munucípio de Lamego, em Portugal, provocou a morte a sete pessoas, informou a imprensa portuguesa; Polícia e bombeiros estão no local; número total de vítimas, no entanto ainda não é conclusivo, pois não há certeza sobre o número exato de pessoas que se encontravam nas instalações; um representante dos Bombeiros de Lamego disse ao jornal português Diário de Notícias que, ao todo, cerca de 15 pessoas estariam dentro da fábrica (Foto: Aquiles Lins)

Sputnik Brasil - Uma explosão em fábrica de fogos de artifício, nesta terça-feira, na freguesia de Penajóia, munucípio de Lamego, em Portugal, provocou a morte a sete pessoas, informou a imprensa portuguesa.

Macário Rebelo, presidente da Junta de Freguesia de Avões, disse aos jornalistas que todas as pessoas que estavam na fábrica faleceram.

Aconteceram três explosões, acrescentou ainda. A primeira aconteceu entre as 17h30 e 18h00 no horário local (13h30 e 14h00 de Brasília).

Polícia e bombeiros estão no local.

O número total de vítimas, no entanto ainda não é conclusivo, pois não há certeza sobre o número exato de pessoas que se econtravam nas instalações. Um representante dos Bombeiros de Lamego disse ao jornal português Diário de Notícias que, ao todo, cerca de 15 pessoas estariam dentro da fábrica.

Uma fonte nos Bombeiros Voluntários de Lamego informou que o acesso às zonas onde as vítimas se encontravam continuava a ser dificultado pelas explosões que ainda acontecem "de forma contínua".

Segundo relatos no Twitter, a explosão foi ouvida a quilômetros de distância.

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247