Explosões são ouvidas em Israel e sirenes são acionadas

Várias explosões foram ouvidas em Israel nesta quinta-feira (30) perto da fronteira de Gaza depois que as sirenes de mísseis foram disparadas nas cidades fronteiriças de Nir Am, Ivim, Sderot e outras áreas

Explosão em Israel
Explosão em Israel (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik Brasil - Segundo relatos, três projéteis foram disparados, mas dois foram interceptados por Israel antes de atingirem o território israelense.

​3 foguetes foram lançados de #Gaza para dentro #Israel . O sistema de defesa aérea interceptou dois foguetes no ar.

Imagens da interceptação perto da fronteira de Gaza foram postadas nas redes sociais pela emissora israelense KAN 11.

Outro vídeo colocado no Twitter mostra o sistema de defesa aérea de Israel interceptando um foguete de um ponto de vista diferente.​

Vídeo de interceptação / Sderot​

Segundo uma publicação do Jerusalem Post, o terceiro foguete pousou em um campo aberto perto do Sapir College, na cidade israelense de Sderot, no sul de Israel. A agência também informou que uma mãe atingiu acidentalmente seu bebê de três semanas na cabeça enquanto procurava abrigo depois que as sirenes soavam em Sderot. A criança está atualmente recebendo tratamento médico.

O ataque ocorre horas depois que as Forças de Defesa de Israel informaram que bombardearam "uma série de postos de observação do Hamas" em resposta a um ataque anterior a uma antena de observação do IDF e ao lançamento de uma série de "balões explosivos" a partir de Gaza.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247