FBI divulga foto de suspeito por atentado em NY

As autoridades norte-americanas informaram que estão à procura de Ahmad Khan Rahami, 28 anos, acusado de ser o responsável por ter deixado uma bomba no bairro de Chelsea, em Nova York, no último sábado 17; a explosão deixou 29 pessoas feridas

As autoridades norte-americanas informaram que estão à procura de Ahmad Khan Rahami, 28 anos, acusado de ser o responsável por ter deixado uma bomba no bairro de Chelsea, em Nova York, no último sábado 17; a explosão deixou 29 pessoas feridas
As autoridades norte-americanas informaram que estão à procura de Ahmad Khan Rahami, 28 anos, acusado de ser o responsável por ter deixado uma bomba no bairro de Chelsea, em Nova York, no último sábado 17; a explosão deixou 29 pessoas feridas (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da Agência Ansa

As autoridades norte-americanas informaram que estão à procura de Ahmad Khan Rahami, 28 anos, acusado de ser o responsável por ter deixado uma bomba no bairro de Chelsea, em Nova York, no último sábado (17). A explosão deixou 29 pessoas feridas. As informações são da Agência Ansa.

Segundo o FBI, Rahami é um afegão com cidadania norte-americana e deve ser "considerado armado e perigoso". O homem morava em Elizabeth, Nova Jersey, onde uma outra bolsa com cinco bombas foi encontrada nesta segunda-feira (19). Uma delas explodiu enquanto estava sendo desativada por um robô da polícia.

As autoridades ainda confirmaram que os ataques realizados nos dois locais podem ter ligações com extremistas estrangeiros.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email