Finlândia confirma que parou de receber gás russo

Um dia antes, a empresa russa Gazprom explicou que a decisão se deve ao fato de o lado finlandês ter se recusado a pagar o hidrocarboneto em rublos

www.brasil247.com -
(Foto: Reuters)


RT - A distribuidora estatal de gás da Finlândia, Gasum, confirmou este sábado que deixou de receber gás da Rússia.

"O fornecimento de gás natural para a Finlândia sob o contrato de fornecimento Gasum foi cortado", disse a empresa em comunicado. "A partir de hoje, durante a próxima temporada de verão, a Gasum fornecerá gás natural a seus clientes de outras fontes através do gasoduto Balticconnector", acrescenta.

Da mesma forma, o operador estatal finlandês de transporte de gás natural, Gasgrid Finland, confirmou que o fornecimento foi interrompido, mas informou que as importações de gás no Balticconnector estão sendo usadas e "o sistema de gás está atualmente em equilíbrio".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"O fornecimento de gás através do ponto de entrada de Imatra foi interrompido em 21 de maio de 2022. A quantidade de gás necessária para o mercado finlandês é importada para o sistema de gás finlandês através do ponto de entrada Balticconnector, de acordo com as indicações feitas pelas partes do mercado", lê-se num comunicado divulgado pela empresa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Da mesma forma, a estatal russa Gazprom confirmou que cortou completamente o fornecimento de gás para Gasum. Segundo a empresa, a decisão se deve ao fato de o comprador finlandês ter se recusado a pagar o hidrocarboneto em rublos, conforme estipulado em um despacho presidencial russo do final de março, e ter iniciado uma disputa judicial sobre o contrato na terça-feira.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email