FMI diz que crise da pandemia deixará "cicatrizes persistentes" na economia mundial

O Fundo Monetário Internacional adverte para os efeitos duradouros da atual crise na economia mundial e diz que haverá menor crescimento da produtividade, maior endividamento, vulnerabilidades financeiras mais agudas e aumento da pobreza e da desigualdade

Logo do Fundo Monetário Internacional (FMI) é visto em sede, em Washington
Logo do Fundo Monetário Internacional (FMI) é visto em sede, em Washington (Foto: REUTERS/Yuri Gripas)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Comitê Financeiro e Monetário (FMI) do Fundo Monetário Internacional (FMI) alertou em um comunicado que a recuperação econômica global da pandemia é "parcial e desigual" e ameaça deixar "cicatrizes persistentes". 

“A crise ameaça deixar cicatrizes persistentes na economia mundial, como menor crescimento da produtividade, maior endividamento, vulnerabilidades financeiras mais agudas e maior pobreza e desigualdade”, alerta o FMI, segundo informações veiculadas pelo RT.

Aumento da dívida

Por sua vez, Kristalina Georgieva, diretora-gerente do FMI, destacou que não existe uma abordagem única que funcione para todos os casos e que “as políticas devem ser adaptadas às necessidades de cada país”. 

Georgieva acrescentou que o FMI estima que os níveis de dívida em 2021 irão aumentar "significativamente", para 125% do PIB nas economias avançadas, 65% do PIB nas economias de mercado emergentes e 50% do PIB nos países em desenvolvimento. 

Baixa renda

O FMI estima que o PIB da América Latina e do Caribe cairá 8,1%, melhorando em 1,3% os cálculos que a agência divulgou em junho sobre uma das regiões mais afetadas pela pandemia do coronavírus.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email