Forças Armadas da Venezuela condenam bloqueio estadunidense

As Forças Armadas venezuelanas rechaçaram na terça-feira (6) as novas sanções impostas pelos EUA. Em comunicado, o ministro da Defesa, general Padrino López, afirmou que a medida visa sufocar a economia do país

(Foto: AVN)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Telesur - As Forças Armadas venezuelanas rechaçaram na terça-feira (6) as novas sanções impostas pelos EUA. 

Em comunicado, o ministro da Defesa, general Padrino López, afirmou que a medida visa sufocar a economia do país.  

"Esta ação aberrante é parte de uma política contínua de agressão imperial, que Barack Obama iniciou e que (Donald) Trump, em um ato de loucura, tenta continuar, com o objetivo criminoso de nos sufocar economicamente", disse o ministro.   

De acordo com o comunicado, os EUA recorrem a um "cerco desumano de última geração, que emprega qualquer mecanismo perverso à sua disposição", e considerou que a decisão do presidente americano, Donald Trump, afeta o diálogo entre o governo do presidente Nicolás Maduro e a oposição.  

As Forças Armadas também condenaram que os opositores celebrem as novas sanções que violam os direitos humanos dos venezuelanos e infringem o direito internacional.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247