Forças especiais matam comandante do EI no Afeganistão

Forças especiais afegãs mataram o assistente do líder militar do Estado Islâmico no Afeganistão, na província de Nangarhar, leste do país; Saad Imarati foi morto na noite de ontem (25) em confronto com a polícia; exército afegão eliminou 122 militantes seguidores do EI na província oriental de Nangarhar nos últimos dias

Forças especiais afegãs mataram o assistente do líder militar do Estado Islâmico no Afeganistão, na província de Nangarhar, leste do país; Saad Imarati foi morto na noite de ontem (25) em confronto com a polícia; exército afegão eliminou 122 militantes seguidores do EI na província oriental de Nangarhar nos últimos dias
Forças especiais afegãs mataram o assistente do líder militar do Estado Islâmico no Afeganistão, na província de Nangarhar, leste do país; Saad Imarati foi morto na noite de ontem (25) em confronto com a polícia; exército afegão eliminou 122 militantes seguidores do EI na província oriental de Nangarhar nos últimos dias (Foto: Paulo Emílio)

Sputnik - Forças especiais afegãs mataram o assistente do líder militar do Estado Islâmico no Afeganistão, na província de Nangarhar, leste do país, informa a agência Sputnik. Saad Imarati foi morto na noite de ontem (25) em confronto com a polícia.

"Imarati servia no cargo de assistente do líder militar do grupo regional do Estado Islâmico (EI) no Afeganistão e supervisionava militantes em confrontos no distrito de Côte", disse o Gabinete do Governador Provincial.

Anteriormente, foi divulgado que, nos últimos dias, o exército afegão eliminou 122 militantes seguidores do EI na província oriental de Nangarhar. A situação no Afeganistão se deteriorou consideravelmente nos últimos meses.

O movimento radical Talibã domina uma grande área nos setores rurais do país e lançou uma grande ofensiva contra as maiores cidades. Ao mesmo tempo, aumentou a influência do Estado Islâmico.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247