Fórum da Iniciativa 'Cinturão e Rota' na China gera acordos de US$ 64 bilhões

O segundo Foro do Cinturão e Rota encerrado no sábado (27) gerou a assinatura de acordos no valor de 64 bilhões de dólares. Os líderes mundiais ali reunidos concordaram que o evento deve ser realizado com regularidade, informou o presidente chinês, Xi Jinping em entrevista. O Fórum foi realizado no Sunrise East Kempinski Hotel, no Lago Yanqi, em Pequim (foto).

Fórum da Iniciativa 'Cinturão e Rota' na China gera acordos de US$ 64 bilhões
Fórum da Iniciativa 'Cinturão e Rota' na China gera acordos de US$ 64 bilhões

247 - O segundo Foro do Cinturão e Rota encerrado no sábado (27) gerou a assinatura de acordos no valor de 64 bilhões de dólares. Os líderes mundiais ali reunidos concordaram que o evento deve ser realizado com regularidade, informou o presidente chinês, Xi Jinping em entrevista. O Fórum foi realizado no Sunrise East Kempinski Hotel, no Lago Yanqi, em Pequim (foto).

O evento serviu de espaço para respaldar o multilateralismo. Os líderes presentes entraram em acordo sobre a intensificação da cooperação internacional e da conectividade por terra, mar, ar e no ciberespaço.

Deu-se ênfase na promoção do desenvolvimento verde mediante planos focados no aumento do bem-estar e da qualidade de vida dos países vinculados à iniciativa do Cinturão e Rota.

Segundo Xi, a iniciativa chinesa cresce a cada dia, soma mais amigos e a cooperação tem melhores perspectivas.

" A iniciativa do Cinturão e Rota começou na China, mas suas oportunidades e resultados são compartilhados em todo mundo. É um projeto de longo prazo, uma causa justa para todos os parceiros", disse, ao ressaltar que é uma plataforma em que se compartilham benefícios e responsabilidades.

O mandatário chinês atualizou os meios de comunicação sobre as conclusões do Fórum que se realizou em Pequim desde a quinta-feira passada, com 37 líderes mundiais e ao todo quase cinco mil representantes de 150 países e 90 organizações mundiais.

A iniciativa Cinturão e Rota da Seda inspira-se em antigos trajetos comerciais da China e busca enlaçar numerosas nações mediante uma grande plataforma de intercâmbios, infraestruturas modernas e políticas coordenadas que impliquem o crescimento equilibrado do planeta.

Portanto, trata-se de construir um caminho de paz, prosperidade, abertura, inovação e civilização com base em parcerias que analisem e resolvam qualquer diferença no diálogo, em vez da confrontação.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247